Hipnose: conheça os mitos dessa terapia, que pode tratar depressão, gagueira e até perda de peso

Atualizado: 19 de Out de 2020

Por Thamyres Dias - Foto: Camila Maia - O Globo (16.10.2009)

Um pêndulo balança de um lado para o outro, frente aos olhos de um paciente vulnerável — quase fora de si. Para a maioria das pessoas, essa é a imagem que vem à mente quando o assunto é hipnose. Com mais de 300 anos de uso científico, a terapia ainda segue envolta numa aura de mistério e dúvidas. Na prática, não passa de uma técnica simples que leva a um relaxamento profundo.

— O paciente entra num transe, ou seja, um estágio entre o sono e a vigília. Há uma diminuição da frequência cerebral, a atenção fica concentrada, e a gente faz as induções de acordo com o tratamento. Não se usa pêndulo. Basta o comando da voz — explica a psicóloga e especialista em hipnose clínica, Miriam Farias.

No caso dos psicólogos, a hipnose pode ser usada como auxílio no tratamento de depressão, ansiedade, fobias, pânico, estresse, gagueira, dificuldade de aprendizado e até para perda de peso. Quando o paciente não consegue lembrar a origem do problema, é possível ainda fazer uma regressão.

— Algumas pessoas revivem o momento. Choram, se arrepiam, riem. Outras, conseguem se observar de fora, como um espectador de um episódio da sua vida — conta Miriam.

O tratamento é focal, ou seja, busca solução para uma questão de cada vez. Em média, os resultados surgem com dez sessões. No caso de André Hernandes a terapia se alongou por oito meses.

— Eu tinha dificuldade de aprendizado, de concentração. Quando comecei a hipnose, logo senti uma grande melhora. Mas, durante o tratamento foram surgindo outras questões e acabei continuando — conta o técnico de enfermagem, de 34 anos.

Também podem se especializar em hipnose clínica os profissionais de Medicina, Odontologia e Fisioterapia.

Matéria publicada originalmente no Extra. Quer continuar lenda? Clique aqui.

Quer saber mais? Tirar dúvidas? Ou apenas fazer uma SESSÃO EXPERIMENTAL?

41 9 9191 3823


Entre em contato e descubra o que a hipnose pode fazer por você.


Quem eu sou

Sou Marcio Flizikowski, hipnoterapeuta certificado pelo Instituto Brasileiro de Hipnose e Terapias (IBHT) e membro da Associação Brasileira de Hipnose (ABH). com diversos cursos na área com profissionais reconhecidos internacionalmente como Jeffrey Zeig e Robert Dilts.

Sou Master em Programação Neurolinguística pela The Society of NLP, certificado pelo co-criador da PNL, Dr. Richard Bandler.

Mestre em Comunicação e Linguagens e graduado pela Universidade Federal do Paraná em Comunicação Social.

Tenho mais de mil horas de atendimentos, dois livros publicados, palestrante e tutor.

Meu propósito de vida é compartilhar, ajudar e agradecer.




57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo