Quanto você está satisfeito com a sua vida?


A ciência vem buscando a muito tempo uma resposta para uma das perguntas mais cruciais para nossa vida: a felicidade. Uma das formas de analisar se somos felizes ou não é pensar qual o nosso grau de satisfação com a nossa vida. O teste SWL foi criado para medir nossa satisfação com a vida e possui embasamento científico e seus resultados foram medidos em diversas pesquisas.

Conheça o teste

Os psicólogos Ed Diener, Robert A. Emmons, Randy J. Larsen e Sharon Griffin criaram, em 1980, o teste de Avaliação de Satisfação com a Vida (SWL, satisfaction wiht life no original) para ser utilizado como uma excelente ferramenta para a medição de mudanças na vida das pessoas.

O teste é muito aplicado e utilizado na área das psicoterapias e neurociências e figura como um recurso muito interessante para obter uma informação confiável sobre o nível de satisfação de qualquer pessoa em relação a sua vida.

Dispor de escalas como as do teste permite identificar uma potencial necessidade de mudança na nossa vida e ainda nortear um caminho a ser seguido para buscar a satisfação com as vida. Considerando que a satisfação não é um estado de espírito, mas um processo em contínua mudança e construção, o SWL auxilia esse processo de transformação constante.

O teste tem a vantagem de ser extremamente simples e rápido de fazer. No final do texto, você encontra o teste para realizar. Faça. É bem rápido.

Posso confiar?

O SWL é um instrumento que mede realidades muito subjetivas representadas em cinco itens. Ele não avalia aspectos como a saúde, as finanças, as relações afetivas etc. mas sim o contexto da satisfação com sua vida, como um todo. Então, você deve se perguntar se o teste é confiável.

Sim, os resultados tem embasamento científico - o que é algo muito bom para testes desse tipo. Estudos como o realizado pelo doutor William Pavot, da Universidade de Minnesota, mostram que estamos diante de um instrumento que tem uma boa validade comparado com outras escalas que avaliam a mesma dimensão.

Mais que avaliar seu estado atual, o SWL permite avaliar a mudança da percepção de satisfação da vida da pessoa durante um processo de transformação como em uma intervenção por meio de hipnoterapia. É um recurso confiável e excelente mensurador da transformação das pessoas.

Observações

Com relação ao teste é importante destacar que ele é apenas um teste e, como todos os testes, é genérico e seus resultados devem ser interpretados individualmente. O resultado não é um indicativo limitador, mas um potencializador para uma percepção apurada do seu estado atual de satisfação com a vida.

É importante realizar o teste de forma honesta e natural, considerando que normalmente a primeira resposta é sempre a mais adequada pois é a mais instintiva. Quando racionalizamos antes de responder, tendemos a mascarar a resposta por nossos mecanismos de defesa que tentam muitas vezes encobrir de nós uma realidade que temos medo de reconhecer.

Faça o teste com carinho e, se desejar conversar a respeito, pode me chamar... será um prazer te ouvir e, quem sabe, te ajudar.


Teste

Está pronto para realizar o teste? Excelente... vamos explicar como funciona.


Você responderá cinco afirmações com as quais você pode concordar ou discordar usando a escala de 1 - 7 que vai de extremamente insatisfeito (1) até extremamente satisfeito (7).


Anote a sua resposta para cada item e, ao terminar, passe para a fase de cálculo dos resultados.


Escala de satisfação

  1. Discordo extremamente.

  2. Discordo.

  3. Discordo ligeiramente.

  4. Neutro. Nem concordo, nem discordo.

  5. Concordo ligeiramente.

  6. Concordo.

  7. Concordo extremamente.


Afirmações

  • Na maioria dos aspectos, minha vida está como eu quero que esteja.

  • As circunstâncias da minha vida são muito boas.

  • Estou satisfeito com a minha vida.

  • Até agora obtive da vida as coisas que considero importantes.

  • Se eu pudesse viver minha vida de novo, não mudaria nada.

Some suas respostas e com base no resultado verifique seu grau de satisfação com a vida.


30 - 35 pontos

Pontuação muito alta; muito satisfeito.

Se você obteve esse resultado, você ama sua vida e sente que as coisas estão indo muito bem. Sua vida não é perfeita, mas você acredita que as coisas são tão boas e lida muito bem com imprevistos e dissabores, o que não significa que você seja complacente ou não deseja mudanças. Na verdade, o crescimento e o desafio podem ser parte do motivo pelo qual você se sente satisfeito.

Para a maioria das pessoas nesta faixa de pontuação, a vida é agradável e os principais aspectos da vida estão indo bem - trabalho, escola, família, amigos, lazer e desenvolvimento pessoal.


25-29 pontos

Pontuação alta.

Você gosta da sua vidas e sente que as coisas estão indo bem. É claro que sua vida não é perfeita, mas no geral as coisas estão bem. Você sabe que algumas coisas não são perfeitas ou não estão boas como você gostaria, mas isso não impede de você se sentir satisfeito, compreender e aceitar alguns reveses e contratempos e, principalmente, buscar evoluir e se desenvolver. Neste aspecto, o desafio e o desejo de melhorar são parte do sentimento de satisfação com a vida.

Para a maioria das pessoas nesta faixa de pontuação elevada, a vida é agradável e os principais domínios da vida estão indo bem - trabalho, escola, família, amigos, lazer e desenvolvimento pessoal, mas existe uma janela de possibilidade para mudança e essa janela é um fator para se pode obter motivação para mudar.


20 – 24 pontos

Pontuação média.

A satisfação padrão das pessoas em nações economicamente desenvolvidas está nesta faixa - a maioria das pessoas está geralmente satisfeita, mas tem algumas áreas onde gostariam muito de alguma melhoria.

Alguns indivíduos pontuam nesta faixa porque estão mais satisfeitos com a maioria das áreas de suas vidas, mas veem a necessidade de alguma melhoria nessas áreas.

Outros entrevistados pontuam nesta faixa porque estão satisfeitos com a maioria dos domínios de suas vidas, mas têm uma ou duas áreas onde gostariam de ver grandes melhorias.

Uma pessoa com pontuação nesta faixa é normal porque tem áreas de suas vidas que precisam de melhorias.

Um indivíduo nesta faixa geralmente gostaria de passar para um nível superior fazendo algumas mudanças em sua vida.

O problema é que a maioria das pessoas nessa faixa quer melhorar, mas como a situação já é razoavelmente satisfatória, não encontram nem motivador e nem são capazes de desenvolver recursos para fazer essa mudança.

Nesse aspecto, as maioria das pessoas nessa faixa tendem a permanecer nesse patamar ou até cair de nível de satisfação com o tempo simplesmente pela acomodação ou por não terem recursos nem apoio para melhorarem seu nível de satisfação com a vida. Essas pessoas não buscam ajuda pois acham que não é necessária e só vão buscar apoio, principalmente profissional, quando seu nível de satisfação com a vida cai para patamares inferiores.

É uma situação paradoxal, pois as pessoas que se encontram nesse nível de satisfação possuem um potencial fantástico para alcançar os níveis mais elevados, de forma até fácil, com o mínimo de apoio e aprendendo poucos recursos, mas exatamente por não acharem que precisam de ajuda ou não saberem como agir, acabam perdendo essa janela de oportunidade até se encontrarem em níveis inferiores de satisfação com a vida.

Sob esse aspecto, as pessoas que se encontram nesse patamar são as que poderiam aproveitar a oportunidade para buscar apoio e ajuda profissional para alavancar sua vida saindo do padrão mediano que se encontram. 15 – 19 pontos

Um pouco abaixo da média em satisfação com a vida.

As pessoas com pontuação nesta faixa geralmente têm problemas pequenos, mas significativos, em várias áreas de suas vidas, ou têm muitas áreas que estão indo bem, mas uma área que representa um problema substancial para elas.

Se uma pessoa passou temporariamente de um nível superior para esse nível de satisfação com a vida devido a algum evento recente, as coisas geralmente melhoram com o tempo e a satisfação geralmente volta a subir.

Por outro lado, se uma pessoa está cronicamente 'ligeiramente insatisfeita' com muitas áreas da vida, algumas mudanças podem ser necessárias. Às vezes, a pessoa está simplesmente esperando demais e, às vezes, são necessárias mudanças em sua vida.

Embora a insatisfação temporária seja comum e normal, um nível crônico de insatisfação em várias áreas da vida exige reflexão. Algumas pessoas podem obter motivação com um pequeno nível de insatisfação, mas muitas vezes a insatisfação em vários domínios da vida é uma distração e também desagradável que pode levar inclusive a quadros clínicos extremos que necessitam obrigatoriamente de intervenção psicoterápica.

Buscar apoio e ajuda antes do agravamente do quadro crônico de insatisfação é importante pois torna a mudança mais fácil e rápida.


10 – 14 pontos

Insatisfeitas

Pessoas que pontuam nesta faixa estão substancialmente insatisfeitas com suas vidas. As pessoas neste intervalo podem ter vários domínios que não estão indo bem ou um ou dois domínios que estão indo muito mal. Se a insatisfação com a vida for uma resposta a um evento recente, como luto, divórcio ou um problema significativo no trabalho, a pessoa provavelmente retornará com o tempo ao seu nível anterior de maior satisfação.

No entanto, se os baixos níveis de satisfação com a vida são crônicos para a pessoa, algumas mudanças são necessárias - tanto nas atitudes e padrões de pensamento, quanto provavelmente nas atividades de vida.

Baixos níveis de satisfação com a vida nesta faixa, se persistirem, podem indicar que as coisas estão indo mal e são necessárias alterações na vida.

Uma pessoa com baixa satisfação com a vida nesta faixa às vezes não está funcionando bem porque sua infelicidade serve como uma distração. Conversar com um amigo, membro do clero, conselheiro ou outro especialista muitas vezes pode ajudar a pessoa a se mover na direção certa, embora a mudança positiva dependerá da pessoa.

Nesse aspecto buscar ajuda profissional é essencial e um ato de coragem do indivíduo que realmente deseja mudar essa situação.


5 – 9 pontos

Extremamente insatisfeito.

Indivíduos que pontuam nesta faixa geralmente estão extremamente infelizes com sua vida atual. Em alguns casos, isso é uma reação a algum acontecimento ruim recente, como viuvez ou desemprego. Em outros casos, é uma resposta a um problema crônico, como alcoolismo ou dependência. Em outros casos, a insatisfação extrema é uma reação devido a algo ruim na vida, como a perda recente de um ente querido.

A insatisfação nesse nível geralmente se deve à insatisfação em várias áreas da vida. Qualquer que seja a razão para o baixo nível de satisfação com a vida, pode ser que a ajuda de outras pessoas seja necessária - um amigo ou membro da família, aconselhando-se com um membro do clero ou a ajuda de um psicólogo ou outro conselheiro. Se a insatisfação for crônica, a pessoa precisa mudar e, muitas vezes, outros podem ajudar.

A ajuda profissional é essencial e urgente. Se o resultado final estiver dentro dessa faixa, busque ajuda profissional pois o potencial para mudança e melhoria é gigante, basta você querer e ter a coragem de pedir ajuda. Da mesma forma que você chegou a esse quadro, você pode alcançar qualquer outro quadro de satisfação com sua vida, com a ajuda profissional essa mudança se torna mais fácil. É fundamental você ter em mente que é possível, que você consegue e que você merece... e que existem pessoas que se importam com você e profissionais capacitados para te ajudar.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo